Imagem não carregada
.

Participe gratuitamente da nossa comunidade.

Fechar

Cadastrar pelo Facebook

    Cadastre-se, é grátis!

  • Envie suas receitas para o site.
  • Crie uma coleção de receitas no seu livro virtual.
  • Você pode deixar seu comentários nas receitas.
  • Troque suas experiências na cozinha. Tire suas dúvidas.

Entrar no Receita de Vovó.

Fechar

Entrar pelo Facebook

Será enviada uma nova senha.

Fechar

Comer bem faz bem

Além de aprender a fazer boas receitas, digo boas no sentido técnico da palavra em que a comida sairá mais saborosa, é importante pensar também em outros aspectos das receitas. Comer bem nos dias atuais vai muito além do sabor de um bom prato, é claro que quanto mais saboroso for o prato, como as Receitas da Vovó, mais você desejará consumi-lo, mas a alimentação deve ser pensada também nos aspectos da saúde.

 

Cuidado com o excesso de peso
 
 

No mundo, e principalmente no Brasil, o número de obesos vem crescendo de forma assustadora, os dados crescem a cada ano. Além de aumentar o número de obesos, aumenta-se o número de doenças correlacionadas à obesidade e que são muitas por sinal. Também o número de crianças e adolescentes obesas tem crescido assustadoramente. Além da prática de exercícios físicos uma alimentação balanceada e saudável é importantíssimo.
 

Aprender receitas e fazê-las é uma boa dica para saúde


No mundo atual comemos muito os alimentos fast food, que uma boa tradução seria os alimentos já prontos, muitas vezes industrializados e isso não é bom. Fazer receitas em casa muitas vezes é muito mais saudável isso porque você escolhe os alimentos e os temperos. Quando por exemplo pedimos um hambúrguer em uma lanchonete estamos ingerindo muito sal e gordura saturada. Quando preparamo um hambúrguer em casa temos a opção de colocar alimentos mais saudáveis e tão apetitosos quanto.

Com o avanço da ciência estão descobrindo várias funcionalidades para muitos alimentos e com isso hoje temos mais consciência da importância dos alimentos e quais alimentos são melhores para determinado problema ou questão. Se você quer ganhar massa muscular, por exemplo, quando entra em uma academia, há determinados tipos de alimentos que devem ser mais ingeridos como carne, que contém muita proteína e que ajuda na obtenção de massa magra.

 

Conhecimento também é importante


Então comer passa pelo conhecimento, devemos conhecer os alimentos e e que tipos de nutrientes eles contêm, é claro que ninguém precisa ser um nutrólogo e saber tudo sobre os alimentos, decorar tabelas inteiras, para isso existem os livros e o Receita de Vovó. Veja essa pequena tabela que mostra os nutrientes de alguns alimentos que poderá auxiliar rumo a uma alimentação saudável:
 

Tabela de alimentos e seus respectivos nutrientes


Abóbora: rica em vitamina A e fonte de vitaminas B1 e B2, cálcio, fósforo e potássio.

Abobrinha: rica em vitamina B1, fonte de vitaminas A e B2, cálcio, fósforo e potássio.

Alface: rica em vitamina A, fonte de vitaminas B1 e B2, potássio, cálcio e fósforo.

Alho: destaca-se pela presença de vários antibióticos naturais e agentes anticoagulantes. A ciência moderna investiga seus efeitos nas doenças cardiovasculares, câncer, inflamações e infecções. É rico em vitamina B1 e fósforo, fonte de vitaminas B2 e C, potássio e cálcio.

Amêndoas e nozes: fontes de selênio e vitamina E, têm importante ação antioxidante.

Batata-doce: é mais rica em fibras que a batata-inglesa, fonte de vitaminas A, B1, B2 e C, fósforo, cálcio e potássio.

Berinjela: fonte de vitaminas B1 e B2, fósforo e potássio.

Beterraba: fonte de vitaminas B1, B2 e C, cálcio, fósforo e potássio.

Brócolis: fonte de vitaminas A e C, cálcio e ferro. • Caju: fonte de vitaminas A, B1, B2 e C, potássio,
fósforo, cálcio e ferro.

Caqui: fonte de vitamina A.

Cebola: fonte de vitaminas B1e B2, potássio, cálcio e fósforo.

Cenoura: rica em vitamina A e em betacaroteno, importante precursor da vitamina A, fonte de vitaminas B1, B2, fósforo, cálcio, potássio e fibras.

Coco: fonte de vitaminas B1e B2, potássio, cálcio, fósforo e ferro.

Couve-flor: fonte de vitaminas B1, B2 e C, potássio, cálcio e fósforo.

Ervilha: rica em potássio, fonte de vitaminas A, B1, B2 e C, cálcio, fósforo, ferro e fibra.

Gengibre: fonte de vitaminas A, B1 e B2, potássio, cálcio, fósforo e ferro.

Goiaba: fonte de vitaminas A, B1, B2 e C, cálcio, fósforo, potássio e fibras.

Laranja: fonte de vitaminas A, B1, B2 e C, potássio, cálcio, fósforo e fibras.

Leite e derivados: fontes de vitamina B2 e cálcio.

Limão: fonte de vitaminas B1, B2 e C, potássio, cálcio, fósforo e fibras.

Maçã: fonte de vitaminas B1 e B2, potássio e fibras.

Maracujá: rico em fibras, fonte de vitaminas A, B2 e C, potássio, fósforo, cálcio e ferro.

Morango: fonte de vitaminas B1, B2 e C, cálcio, fósforo, potássio e fibras.

Ovo: fonte de vitaminas A, B2, D e E.

Palmito: fonte de cálcio.

Peixe: rico em ômega-3. O consumo do ácido graxo ômega-3 tem importante aplicação nas doenças cardiovasculares, depressão e desordens da pele.

Pêssego: fonte de vitaminas A, B1 e B2, potássio, fósforo e fibras.

Pimentão: fonte de vitaminas A, C, B1, B2 e fósforo.

Rabanete: fonte de vitaminas B2 e C, potássio,
cálcio e fósforo.

Salsa: rica em vitamina A, fonte de vitaminas B1, B2 e C, potássio, cálcio e ferro.

Tomate: fonte de vitaminas A, B1, B2 e C, fósforo e potássio. É uma das maiores fontes de licopeno, substância que tem sido amplamente estudada e relacionada à prevenção de câncer.

Uva: fonte de vitaminas B1, B2 e C, potássio, cálcio e fósforo.

Enfim...

A partir dessa pequena tabela você montar um cardápio variado para o seu dia a dia e também pesquisar os benefícios de cada nutriente, pois não é nosso objetivo no momento, quem sabe em outro texto falaremos disso. E não se esqueça, você é o que você come.

Outras Dicas

Envie um comentário

Dê sua nota

Comentários (0)

Esta dica ainda não tem comentários. Seja o primeiro a comentar.

Vídeos

Mais receitas

Compartilhe

Subir Voltar

Copyright © 2016 - Receita de Vovó

Desenvolvido por: SIAMEL SOFTWARES